Grupo SEG | 7 dicas para melhorar a segurança do seu comércio.

Blog

7 dicas para melhorar a segurança do seu comércio.

    Sair de casa para alguns já é o suficiente para já sentir um “gosto amargo” da insegurança. Os relatos de pessoas próximas, notícias, e ou, alguma recordação de violência já vivida, só faz aumentar esse sentimento. A insegurança invade lugares onde menos imaginamos. Já o comércio e lojas, são alvos cobiçados. Para resguardar seu patrimônio e pessoas, seguir com medidas de prevenção ajudam reduzir as vulnerabilidades e imprevistos.

   Comerciantes que já vivenciaram algum tipo de violência em seu estabelecimento sabe do que estamos falando. A grande maioria só toma alguma providência depois do ocorrido. Ao passar a mão na cabeça e visualizar os estragos, boa parte dos donos e empreendedores vão em busca de ajuda para encontrar meios que proporcione mais segurança ao seu comércio. Um ambiente que não garante proteção é comum ter funcionários amedrontados, clientes desprotegidos e os seus bens à mercê do risco.

    Para te ajudar nesse assunto, apresentaremos 7 dicas de segurança, no qual, levaremos em consideração os aspectos pessoais, comportamentais e do ambiente.

1. Contrate uma empresa de segurança eletrônica especializada

Ao contratar esse tipo de serviço você terá a vantagem de ter um projeto sob medida de segurança para seu ambiente e entorno. Não pense que comprando um kit de sistema de segurança já aumentará sua proteção. É importantíssimo ter um suporte experiente de um profissional para avaliar cada área do seu ambiente e identificar os pontos vulneráveis que precisam ser monitorados.

2. Melhore sua infraestrutura

Boa parte das pessoas pensam que um lugar todo fechado e sem visibilidade é motivo de segurança. O correto é, quanto maior a visão de fora para dentro e vice-versa melhor. Quando você obstrui, o criminoso tem a sensação de que ninguém está vendo sua ação. Por exemplo, muro alto, a posição de displays, faixas ou adesivos de propaganda dentro ou em frente à loja e a posição das gôndolas podem atrapalhar a visão da área. Outros pontos também precisam ser estrategicamente posicionados como os caixas, portas de entrada, onde se guarda dinheiro, estoque e banheiros. Esses são alguns detalhes que precisam levar em consideração para a segurança de todos.

3. Adquira sistemas inteligentes de segurança

Reduza os índices de imprevistos e vulnerabilidades do seu ambiente e fuja dos prejuízos. Ao adquirir sistemas inteligentes para proteção do seu comércio como câmeras de segurança (CFTV) e alarme monitorado, seu ambiente será vigiado remotamente por uma central de monitoramento 24h por dia, 7 dias por semana initerruptamente. Caso alguma movimentação estranha seja detectada ou alarme for acionado a central de atendimento receberá a notificação e seguirá com os protocolos de segurança estabelecidos. Caso necessário, a equipe de patrulha se desloca até o local e o serviço de emergência é acionado.

4. Estabeleça uma cultura preventiva com seus colaboradores

É fundamental orientar e treinar toda sua equipe sobre a importância da cultura preventiva para segurança de todos e do ambiente.  Saber identificar um evento fora do padrão, se prevenir e como agir para buscar manter a calma é importantíssimo. Fique atento na hora de abertura e fechamento da loja. Esses são alguns pontos que ajudam na redução de imprevistos e garante mais segurança do patrimônio, colaboradores e clientes.

5. Crie pontos estratégicos

Numa situação de furto ou assalto os meliantes costumam ter comportamentos quase parecidos em suas abordagens. É bom ficar atento sobre as novas brechas de segurança e comportamentos desses eventos. Lembre-se, eles também se atualizam diante as novas barreiras encontradas. Com essa observação posiciona o botão de alarme ou deixar um celular em alguns pontos estratégicos do ambiente. A equipe também pode criar um código de segurança para caso precise sinalizar alguma eventualidade fora do padrão.

6. Cuide do seu entorno

O entorno é um ponto que carece de atenção. Se atentar para áreas escuras e busque uma solução para deixar mais iluminado. Não deixe de lado a questão da iluminação pública, em caso de alguma localidade escura sinalize a operadora responsável de sua cidade. Preste atenção também aos pontos que podem ser facilitadores de intrusão para os meliantes, por exemplo, árvores, se tiver, realizar a poda dos seus galhos, edificações como marquise, muros ou grades. Não deixe esses detalhes passar despercebidos.

7. Registre a ocorrência.

Pelo noticiário percebemos que o índice de violência cresce constantemente e ainda tem dados que não são registrados. Em algum momento você já deve ter escutado bastante da polícia, senão preste atenção, “as pessoas em sua maioria não fazem o boletim de ocorrência”. Um dos motivos que geram esse comportamento após o ocorrido é, a perda de controle da situação, tempo, achar que foi uma tentativa de intrusão sem sucesso, o produto furtado é de baixo valor, medo etc. Lembre-se, é fundamental cada um fazer a sua parte e registrar a ocorrência. Com ela você evidenciará e dará embasamento sobre os eventos que costumam acontecer em uma determinada área. Isso “acenderá” um alerta para as autoridades de segurança tomarem alguma providência no local.

    Ao seguir as estratégicas de prevenção em seu comércio e buscar ajuda de uma empresa especializada em segurança eletrônica você diminui as vulnerabilidades e resguarda seu ambiente e pessoas. Quanto mais seu cliente se sentir seguro melhor. Essa percepção do cuidado com os detalhes poderá refletir no aumento das vendas e demais pontos. Se prevenir não é um gasto, e sim, um investimento para reduzir os riscos que porventura pode ocorrer. A segurança se tornou a “moeda” da vez. Não deixe de lado algo que todos anseiam no momento.  

#SegurançaEletrônica #CulturaPreventiva #Vulnerabilidades #Intrusão



Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.