Grupo SEG | Tecnologia e seus impactos no mercado de trabalho.

Blog

Tecnologia e seus impactos no mercado de trabalho.

   Em algum momento você já escutou ou até falou “a tecnologia está acabando com os empregos”. Vale ressaltar que a evolução faz parte do processo. A cada nova era, atualizações acontecem. Ao longo da história é possível perceber o quanto as transformações interferem no comportamento, comunicação, costumes, hábitos, economia, e o principal, o mercado de trabalho. Novas demandas surgem, dando espaço a novos mercados, soluções e estilo de vida.

   A palavra mudança para uns pode vir carregada com sentimentos de dúvidas e incertezas. Já para outros, redefinição de novos caminhos, trazendo mais inovação, praticidade, segurança comodidade e otimização ao dia a dia e aos processos. Para compreender essa evolução podemos analisar as mudanças ocorridas em nossa história.

  • A Primeira Revolução Industrial acontece em meados do século XVIII, no qual, o trabalho manual e agrícola foi substituído pelas máquinas a vapor, mecanização e energia hidráulica.
  • A Segunda Revolução Industrial, século XIX, foi marcado pelas novas fontes de energias, a eletricidade e a química. Nesse momento o foco era voltado para a larga escala da produção, menor custo e tempo.
  • A Terceira Revolução Industrial, século XX, é marcada pela eletrônica e informática. A automação proporciona uma nova dinâmica operacional nas indústrias e processos.
  • A Quarta Revolução, era que estamos vivenciando é marcada por inovações e sistemas inteligentes. Surgem diferentes tecnologias, como inteligência artificial, big data, robótica, internet das coisas e computação em nuvem reinventado, integração de sistemas, impressão em 3D e muito mais.

   A quarta revolução é a que mais impactou o mercado de trabalho, em comparação com as demais. A partir desse momento as transformações tecnológicas ganharam mais velocidade, tudo muda em fração de segundos. Inovação, conectividade, eficiência, agilidade e otimização ganham mais notoriedade nas atividades e processos.

Segundo Madalena Feliciano, gestora de carreiras, “com o advento das tecnologias, o mundo todo foi alvo de transformações. E, no que se refere ao mercado de trabalho, não foi diferente”.

   Para se adequar ao mercado tanto as empresas quanto os funcionários precisam se adaptar a essas mudanças. Hoje a tecnologia faz parte do dia a dia, seja nas pequenas as grandes atividades. Ambos os lados precisam se conectar com os sistemas inteligentes. Sem precisa sair de sua residência você já está consumindo, seja através de algum smartphone, computador, aplicativo, sistema de câmera de segurança, casa inteligente e dentre outros.

    A tecnologia mexeu com diversas áreas no mercado de trabalho, em contrapartida, novas demandas e mercados são criados. Por exemplo, algumas empresas e condomínios contam com o serviço de portaria remota. Nessa prestação de serviço o local conta com uma central de atendimento remoto 24h, no qual, gerencia o acesso de quem entra e sai através de câmeras integradas a sistemas inteligentes de monitoramento. A função do porteiro não desapareceu. Alguns locais optam pelo apoio físico do profissional, já em outros lugares a uma mescla entre o atendimento presencial e remoto, chamado de portaria híbrida. De acordo com a pesquisa da Associação Brasileira de Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), informa que 62% das empresas estão com vagas abertas e 28% pretende abrir postos de trabalho, isso em 2021. Com esse crescimento, novas funções são incorporadas para quem atua na portaria, como atendimento, monitoramento externo, instalações de sistemas e dentre outras possibilidades. A questão maior no mercado, é a falta de mão de obra qualificada para ocupar as novas vagas que surgem.

    Os profissionais do século XXI precisam se reinventar e desenvolver novas habilidades, confira algumas delas:

  1. Capacidade de negociação;
  2. Adaptabilidade;
  3. Flexibilidade cognitiva (adaptar novos conhecimentos);
  4. Tomada de decisões (análise da situação);
  5. Inteligência emocional;
  6. Criatividade (trabalho em equipe);
  7. Proatividade;
  8. Curiosidade (descoberta de novas coisas);
  9. Pensamento crítico (visão global e racional);
  10. Resolução de problemas complexos (a busca de soluções).

    O mercado está cada vez mais exigente. Para atender as novas demandas é fundamental se qualificar e adquirir novos conhecimentos. As inovações tecnológicas estão revolucionando o nosso meio, para não ficar de fora é necessário agregar novas atribuições e se permitir enxergar novas possiblidades através dessas transformações.

#MercadodeTrabalho #Tecnologia #SistemasInteligentes #Portaria



Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.