Portaria inteligente para defender condomínios contra golpe do teste do coronavirus

Publicado em 16 de maio de 2020
Lorem Ipsum

Com a pandemia do coronavirus, grupos de criminosos estão se passando por agentes governamentais ou de saúde para conseguir entrar em condomínios residenciais.

O alerta foi feito pela Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), por meio de seu Comitê de Síndicos, aos condomínios de todo o país. 

O golpe das quadrilhas é se passar por agentes governamentais e ou profissionais de saúde com a justificativa de realizar testes para detectar infecção por coronavírus nos moradores dos residenciais.

O mercado de segurança eletrônica tem hoje à disposição uma série de tecnologias que podem ser aplicadas em condomínios com objetivo de conter essas investidas. Como exemplo, as portarias inteligentes: devido ao rigor no controle da entrada e saída de pessoas, tudo feito pelo próprio morador e ou por uma central e que somente libera acesso de pessoas previamente autorizadas, este tipo de conjunto de segurança coíbe este tipo de ação. 

Os serviços de portaria inteligente contam, ainda, com chaves codificadas, acessos personalizados via celular e câmeras que ajudam na identificação dos visitantes e moradores para evitar surpresas e visitas inesperadas. Para saber mais, clique aqui.

As câmeras com reconhecimento facial também contribuem para a segurança, e são capazes de prever em suas análises obstruções como máscaras, óculos, bonés, entre outros que podem servir como disfarce. 

*Com informações da Abese (https://www.abese.org.br)


#seguranca #portariainteligente #segurancaemcondominios #condominioseguro

Compartilhar: